A Suécia é um país critão, de maioria protestante (chute mode on). Bem, o importante é que fui jantar com a família da Ebba. Família sueca, todos altos, loiros, de olhos azuis, naturalmente.

p4116108

Sentei na ponta sem pagar a conta!

O engraçado é que o menu era a la Rússia, a famosa sopa de coisas roxas chamada Borsch e umas panquecas que comeram com caviar e peixes crus. A sopa não é de todo mal, embora muita gente não goste; e, jesus, como caviar é BARATO aqui. E SALMÃO também. Gente, é quase mortandela. Ah, tudo com creme de leite.

Aqui existem 23 tipos de leite, 16 de iogurte, e 692 de queijo. Nunca tanta variedade inútil (pra quem não sabe ler as embalagens em sueco). Essas sessões no supermecados são gigantescas em comparação as nossas. Enfim, eu diria que cada receita demanda uma especialidade espécifica do variante do leite… Ah, acho que também gostam de geléia. NA COMIDA. Vejo muitos pratos de purê de batatas, almôndegas e… geléia. Passo longe. Então, recapitulando, derivados de leite, geléia, caviar, peixes que só o núcleo rico da novela das oito come; e batata. Todo mundo leu o Quincas Borba pro vestibular, né? Então, a massa do Ao Vencedor as Batatas acho que se aplicou aqui né?! Dá-lhe batata, dá-lhe IDH.

p4116102

Produção em massa

Voltando a Páscoa. De diferente? Não existe ovos de chocolate. Quer dizer, ter tem, mas não são populares. Assim pintamos ovos DE GALINHA, colocamos todos numa cesta e depois comemos, porque estavam cozidos. Ah, falando em galinácenos, aqui a galinha é símbolo pascoal também. O que até é lógico, não? Porque onde está o senso entre um ovo trazido por um COELHO, se coelho é mamífero e portanto gera suas crias em uma bolsa uterina, heim? É a Suécia na frente mais uma vez.

De curiosidade rápida, mas não fofoca porque DEUS ME LIVRE de fofoca: primeira vez que vejo uma família sueca reunida… super dóceis, super queridos uns com os outros, e as vezes ficavam EM SILÊNCIO juntos. Que coisa dignamente loira… Fico imaginando minha família em silêncio junto, nem em enterro; aliás, MUITO menos em enterro.

img_0320

Suecadinha tocando o terror

Isso foi na sexta, na quinta-feira antes da Páscoa, graças a seus misticismos que sabemos não possuir qualquer fundamento científico, as crianças são vestidas como bruxas e magos e levadas pro MUSEO da cidade pra brincar. O caso é que esse é o mais antigo museo a céu aberto do mundo. Sabe o Jardim da Paz, que diz que é “cemitério-parque” (linda expressão)? É tipo “museo-parque”. Passei lá aproveitando que nesse dia fica free a entrada lá.

Um milhão de suequinhos vestidos a caráter correndo de um lado pro outro com os pais ao redor. Bonito, bonito. Hm, parece que é pra representar as bruxas que antes da sexta-feira santa ficam a solta antes de se retirarem a um lugar chamado “Blue Rio” ou algo do tipo. Depois de sacudirem os esqueletinhos loiros por lá parece que é a parte em que elas saem atrás de doces, no caso se espera que os adultos dêem uma mãozinha, né? Sim, sim, super o que a gente entende por Dia das Bruxas…

Anúncios